METALÚRGICOS NA USIMINAS EM LUTA CONTRA AS DEMISSÕES

Os metalúrgicos na Usiminas iniciaram na terça-feira ( dia 28/08) as assembleias na portaria da usina para alavancar a mobilização contra as demissões.

Nas últimas duas semanas a Usiminas demitiu mais de 50 trabalhadores e o fechamento do LQ1 ameaça também centenas de trabalhadores que estão nesse setor.

O que quer a empresa com as demissões é impor a rotatividade demitindo trabalhadores com mais tempo na empresa e depois contratando com salários menores a partir do piso salarial.

As assembleias nos turnos contaram com a participação ativa da maioria dos trabalhadores, que na próxima semana se reúnem no Sindicato para definir os próximos passos da mobilização.

A luta é contra as demissões e também contra as péssimas condições de trabalho que tem provocado acidentes e doenças e mortes. Desde a privatização até agora são mais de 50 companheiros que perderam a vida dentro da usina por conta das condições de trabalho

E o caminho é repetir e ampliar a dose da campanha salarial: ou param as demissões, ou paramos a produção!

Anúncios